terça-feira, 2 de fevereiro de 2021

Para que serve os óleos essenciais?

Os óleos essenciais são a base da aromaterapia, frequentemente utilizados em rotinas de autocuidado e como suporte em tratamentos de pequenos problemas de saúde e emocionais.

Quem não o conhece normalmente tem uma dúvida: para que serve o óleo essencial? Continue a leitura e conheça quais são seus usos e como adotá-lo no dia a dia!

 

O que são óleos essenciais?

Os óleos essenciais são compostos voláteis com aroma acentuado, extraídos de partes de plantas como as flores, caules e sementes. Dependendo do tipo de óleo, podem ter propriedades calmantes, anti-inflamatórias, antibacterianas, entre outras.

 

Óleos essenciais: para que servem?

Os óleos essenciais são utilizados na aromaterapia, que trabalha com a inalação de odores específicos para modificar o humor e trazer sensação de bem-estar, equilíbrio físico e emocional.

Isso é possível porque os aromas dos óleos essenciais estimulam o sistema nervoso e proporcionam sensações específicas, como de calma, vigor, energia, tranquilidade, entre outras, combatendo o estresse, insônia, ansiedade e fadiga, por exemplo.

Além da aplicação na aromaterapia, os óleos essenciais também podem ser utilizados em tratamentos de beleza, como complemento de tratamentos médicos e no preparo de alimentos.

 

Como utilizar os óleos essenciais?

Há diferentes formas de utilizar os óleos essenciais. O primeiro passo é estabelecer qual seu objetivo, se tratar insônia, problemas respiratórios, ansiedade, resfriados, ter maior capacidade de concentração, vigor, combater cansaço, entre outras finalidades.

Então, compre o óleo essencial que melhor supra essa necessidade. Para insônia, ansiedade e estresse, por exemplo, o óleo essencial de lavanda é uma excelente dica, atenuando esses sintomas.

Utilize o difusor de óleo essencial, que dispersa o aroma pelo ambiente, tornando-o agradável. Há difusores elétricos e com umidificador, alternativas perfeitas para quem gosta de aparelhos multiuso e práticos.

Além do difusor, também é possível realizar o uso tópico do óleo essencial. Neste caso, recomenda-se misturá-lo com um óleo vegetal neutro ou loções sem aroma.

Não se indica utilizá-lo diretamente na pele porque o óleo essencial puro é muito concentrado e peles sensíveis podem ficar irritadas. A diluição ajuda a evitar esse problema, sem perder a eficácia do produto.

 

Tipos de óleos essenciais

Existem diversos tipos de óleo essencial, cada um com uma finalidade específica. Confira, a seguir, os que são mais conhecidos e utilizados na aromaterapia:

 

·        Lavanda: o óleo de lavanda combate a insônia, bem como estresse e ansiedade, possibilitando ter calma no dia a dia e melhores noites de sono. Também alivia dores provocadas por tensões, como as musculares;

·        Melaleuca: o óleo essencial melaleuca, também chamado de tea tree, possui ação bactericida e antisséptica. Por isso, é comumente utilizado no tratamento de acnes, como um secativo;

·        Alecrim: o óleo essencial de alecrim tem propriedades estimulantes, portanto, dão mais vigor. Além disso, aumentam a capacidade de concentração e memória;

·        Eucalipto: óleo essencial com poder energizante, mas costuma ser mais utilizado por suas propriedades expectorantes e descongestionantes por pessoas com resfriados;

·        Laranja doce: alternativa que tem poder antidepressivo. Também atua no tratamento de manchas e oleosidade da pele.

 

Na dúvida sobre óleos essenciais onde comprar com preços justos e versões puras, de alta qualidade? Confira a seleção da Dermo Manipulações!